sábado, 20 de setembro de 2008

Tudo prossegue...

Refazer faz parte do ser, temos as mesmas potencialidades, na verdade desconhecemos nossa força. A maior vitória está na autotransformação. Quando tentamos novamente com as experiências do que não deu certo, já é meio caminho andado para um bom resultado.

Mas esperar, que algumas coisas aconteçam sem nada fazer é querer sem merecer. A espera, pode deixar muitos frustrados e com tempo quase acabado, perceber que tudo que foi projetado na ilusão de ser feliz, só perdeu a oportunidade de viver e entender que a vida não se baseia somente no ter.

A responsabilidade ao seguir um caminho, sozinho ou acompanhado, deve ser avaliado.O passado trouxe resultado, o futuro dependerá dos caminhos que hoje estamos a percorrer. Sem saber, onde queremos chegar, jamais saberemos onde iremos parar. E como andar, depende de cada um avaliar.

E para seguir o caminho que resta, pode ser com paciência ou com pressa, com medo, com dinheiro ou sem dinheiro, em desespero ou no sabor da prosa, com tranqüilidade e serenidade. A escolha é nossa, o tempo é mesmo. Todo resultado que esperamos, bem como o que projetamos, nascem das nossas intenções, transformadas em ações.


Beijos, aos que visitam este espaço!


Getty images

14 comentários:

Leonardo Curcino disse...

"refazer faz parte do ser". essa frase diz tudo! estou me refazendo neste momento.

:)

Leonardo Curcino disse...

Te linkei pra nao esquecer de te visitar sempre que tiver tempo!
:***

Anne disse...

Por isso mesmo que estou sempre reavaliando, modificando, refazendo. Volto atrás quando devo, desisto, persisto, procuro seguir o que meu coração me diz, pq é nele que mora a minha intuição e os sentimentos mais verdadeiros.

Estou aprendendo a ter paciência e isso me é penoso algumas vezes. Não é fácil esperar por algo que muito se quer, mas como vc mesmo me disse um dia, se é verdadeiro não morre, apenas adormece.

É... o futuro depende das minhas escolhas, mas acho até que estou indo bem, ao menos em mtas coisas...rs.

Lindo, cada dia vc escreve melhor. Adoro a sua forma de ser, de agir, de pensar. Admiro muito vc!

Beijos, minha amiga!
Amo-te

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lu:
O seu poema é lindo, que dizer mais?
Venha apreciar meu novo post, pois é fruto de muito sofrimento, porque o meu irmão está quase desenganado pelos médicos.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Milly disse...

Sento e espero...
Tenho feito isto com muita paciência...rs
Se busco?
Talvez...mas,a intenção nem é esta...
A intenção é ir...com cia ou sem...e,reconhecer nos caminhos percorridos,vivências raras...não deixando a vida escorrer entre os dedos...
Fecho a mão...daqui,ela não foge não...rss
.
Ó,nem dei pitaco na outra postagem...pq não precisas explicar,nem eu opinar..só precisas sentir...rs
Seja feliz!!
Beijos,querida...
Muitos!!
.

O Profeta disse...

Explêndido...!



Frágil e palpitante luz
A beleza é feita de ternos murmúrios
A voz quebra a quietude do silêncio
A chuva leva a terra ao encontro dos rios

Não há fracassos no sonho
Caminhei nas nuvens para te ver do alto
Abri os braços ao relâmpago
Desci à terra, senti nos pés o frio basalto


Vem comigo escolher o caminho

Boa semana


Mágico beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Venho aqui, amiga, muito triste. Além do infarto, o meu irmão está com pneumonia, quase curada, graças a Deus. Hoje, vai ser submetido a um cateterismo para ver se é preciso uma angioplastia, ou uma operação, ponte de safena, etc. Ainda não o tinha visto, por falta de coragem, pois somos muito ligados, e o vi sábado. Fiquei deprimidíssima e a única coisa que pude fazer foi um post em sua homenagem. Por favor, venha ver o post e transmita a sua solidariedade.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lu:
Vc podia mandar-me o seu poema em prosa "Ao segurar tuas mãos" para o meu e-mail a fim de que eu o ponha na próxima edição da galeria?
Bjs,

Lu disse...

Milly!

Obrigada pela visita.
Muito frio aí?

Teus pitacos são sempre bem vindos, amiga.
Beijos, muiiitos!

Lu disse...

Renata nem percebeu, cada vez que publica um "poema em prosa" meu, trago uma imagem do blog dela em troca. ( hahahaha)

P.S:Ela que fala que é poema em prosa.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lu:
Nessa ânsia que toma conta de mim, sem ter notícias do meu irmão que está sendo operado há seis horas, tive tempo para fazer mais um post e duvido que vc tenha visto o filme. Apareça.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
O seu poema está postado

«« ڱemöґïvö »» disse...

Tens toda razão....toda.
Grande beijo

Ray

Oliver Pickwick disse...

Mensagem positiva. Gosto disso! Odeio lamúrias. A paixão tem lá suas vantagens, não? Soube que melhora até a pele. ;)
Um beijo!

P.S.: Aquela sua admiradora lá de cima escreveu: "...reavaliando, modificando, refazendo..." A guria parece o Windows. Contudo, ainda não desisti de trazê-la para o mundo do Linux. Muito mais estável, mais seguro, não é pirata, não pega vírus, e é muito mais rápido. E, ainda por cima é de graça! ;)

P.P.S.: desconfio que um dia você ainda vai me enxotar do seu blog por fazê-lo de "cocada". ;)

Fátima N. disse...

____é por isso que antes de mais nada penso: mereço?!!
e assim sigo no recomeço, aparando o que desconheço.
ah minha parceira...as palavras estiveram longe de mim, e os caminhos escuros.
mas estou de volta. recomeço.
.
beijo de te amo.