sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Do que já falei...


Falei o que sou e o que sei, falei do que vi e senti. De lampião, de renovação e aflição, de livros e carta, de esperança e de lembranças da infância.

Falei da primavera, de dias banhado de nostalgia, que renasce a cada dia, regado de esperança na bonança de cada amanhecer. Da janela e de quem fica nela.

Falei dos jardins cuidados, as vezes abandonados e mal regados, nem sempre adubados, muitas vezes maltratados. Que há jardins de desamor, sem vida e sem flor.

Citei meus irmãos com suas amarguras, também almas puras. Que se interligam em pensamentos, de momentos, do sol, da chuva e da lua, do olhar e do mar.

Do que faz sentido e que é exprimido, de meus atos, falei de alguns fatos, pulei relatos. De amor e de sabor, acalanto, da alma e de calma, do que há no meu coração, dos que vivem em solidão.

Do Universo, de fonte e de afetos, de buscas e lutas, de rejeição e afeição. De desassossegos, apegos e medos. De faxina, da lamparina, que a vida ensina com rima ou sem rima, que se prolonga e alonga...

De pontos, de chita, de emendas e rendas, do machismo e do feminismo, dos incompreendidos, do tempo, de eventos, silêncios e excrementos.

P.S.: E, tudo isso que escrevi, na verdade foi para enrolar, pois quando escrevi esse texto, não sabia o que falar. Mas foi bom para você relembrar e eu dizer que estou aqui, pensando no que escrever. (Se pensam que aqui cabe uma gargalhada, saibam que é bem isso que estou fazendo)
Beijos!


Imagem: Getty Images

12 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Mesmo rindo, gostei. Querida, fiz postagem nova e uma linda obra sua está lá. Aperte a tecla "Page Down" e pare onde bem lhe aprouver. Se tiver interesse em mais coisas, volte outro dia, pois o post não vai sair de lá.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
No final do post, há uma casinha, um banquinho, depois quem quiser pode ir ao meu castelo.

Fátima N. disse...

____mais do que falou e disse, trouxe reflexão, alento pro coração. faz sentido nas palavras, alinhavando pontos bem firmes, daqueles que um puxão só não arrebenta, e a gente segue na vida puxando daqui e dalí.
bom vir aqui e sentir nas palavras, no fluxo delas, a sensação de mãos cuidando, tanto do caminho, como da alma da gente.
.
beijos suas mãos por isso.
.
ah parceira..
obrigada!

Betin@ disse...

Essa é a filha que me adotou.
Continua sempre do jeitinho que tu és....essa pessoa linda por dentro, pois por fora ainda não tive o prazer de conhecer.
Beijos amada

Lu disse...

Olá...


Indico o blog da Renata, não por meu trabalho estar lá exposto, mas pq é uma verdadeira galeria, com trabalhos e obras maravilhosas, bem como as resenhas tão bem feitas pela mesma.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Renata tem reunido trabalho da turma da blogosfera, divulgando poemas, pinturas e a arte em geral.
Obrigada Renata!

Lu disse...

Fá amada!
Eu que agradeço sua visita e sua amizade. Linda você!
Alma transparente, amiga e parceira, que gosto muiiiiiito.
Beijos!

Mami Be!
Adotei pela alma linda que tens, pela doçura e não poderia ter escolhido mami melhor!
Beijos, volte smpre!

Leonardo Curcino disse...

escrevendo demagogicamente? hahaha. confesso que ja fiz isso tambem! vc começa a colocar palavras no papel e acaba vendo depois que elas tem conteudo!

:)

Milly disse...

Ach!
Tô assim,assim...
Relembrar tem sido tão penoso!
Qdo pensei que tudo estava bem,dei uma "topada",arraquei a ponta do dedo e caiu a casca da ferida...rs
Aiii...como dói!...rs
Quero colo,hoje...me dá,vai..rs
Linda postagem!!
Beijos...muitos!
.

Oliver Pickwick disse...

Me engana que eu gosto, Lu! Um texto com sonoridade e ritmo surpreendentes.
Espero que continue sempre assim, "sem saber o que falar". ;)
Um beijo!

Quasímodo disse...

Que carinha de sapeca, hein, Lu?...
Bem do tipo: "aprontei!, hihihihihi".
Continue aprontando, amiga...
É maravilhoso te ler e saber de teus cuidados...

Renata Cordeiro disse...

Lu, corre e vai ver o outro poema em prosa seu publicado no meu novo post!
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Lu disse...

Tadinha da Milly!!!
Assoprar ajuda? rss
Quantos kilos está pesando?
Aff maria...rss

Beijos amiga do meu coração!
.


Quasímodo!

Ó... assim eu explico, nem foi proposital, quando vi saiu... como um pum! ( hahahahaha)
Beijos, amigo querido!

O Profeta disse...

Fecham-se as janelas de poente
Acenderam-se os luzeiros no céu
A cidade desperta para o arraial
Uma noiva procura o perdido véu

Os acordes da Banda no Coreto
Uma tuba marca o compasso
O clarinete dança na calmaria
O Maestro solta gestos no espaço



Boa semana



Mágico beijo