sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Na boca da noite...


Na boca da noite, relembrando idas e vindas, chegadas e partidas, fantasmas habitam a alma na calma da escuridão...

Na noite escura estrelas brilham no céu e um pensamento ao léu, buscando e enredando um sentimento sem fim, vindos da alma para fora...

No breu e a lua distante, a nostalgia de um instante e um bem querer no coração guardado...

No silêncio de uma noite, almas põem-se a vagar e a buscar um alento, tudo o que está a faltar...

Na boca da noite faminta, uma alma pinta um céu de possibilidades e a saudade faz bailado entre algumas cenas...

A noite fica pequena para tantos devaneios, na coreografia o desejo de alcançar, quem muito longe possa estar...


Para os visitantes, um ótimo final de semana e beijos!




Imagem: Alba Luna- Olhares

13 comentários:

Véu de Maya disse...

Noite, sonhos, desejos...belo coctail que a tua bela escrita torna misteriosamente presente...Gosto muito de ler os teus textos...têm pureza, liberdade e encanto...tens uma alma misteriosa e sonhadora e isso transparece bem na tua escrita...A inspiração ficou junto de ti...e tu trata-la bem...

bjinho

Anônimo disse...

Bom teu poema estão cheios dos teus mistérios, mas sua escrita é linda sabe bem sintronizar as palavras.
Gostei coloquei nos meus favoritos,
beijos e uma boa semana.

Milly disse...

É na calada da noite,que os fantasmas aparecem...
É qdo a dor da saudade se faz mais presente...
Com a luz do Sol,tudo parece irreal...mas,na escuridão da noite...bah!
Vemos olhos que nos espreitam...ou sonhamos com eles,na ânsia de que sejam reais?
Conto os minutos pra noite chegar...e,qdo chega,percebo que esperei dela mais do que ela poderia me dar...
.
Beijos,querida...muitos!
.
.

Gata de Rua disse...

A boca da noite, por vezes tem dentes..e eles rasgam saudades idas e sentidas...por vezes tem sorrisos, timidos, corados, envergonhados...e noutras, murmura, nossos mais intmos segredos.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

É lindo o seu poema, mas hj, se qual for a temática do poema, eu choro e peço às pessoas para irem ao meu Blog.
Tive uma grande decepção amorosa este fim de semana e quanto mais velha se é, maior a decepção e a sua superação. Não sabia o que fazer, então fiz um post novo sobre um filme que adoro. Há poemas, imagens, o de sempre. Espero por você.
Um abraço,
Renata

Coração Alegre disse...

Ai...ai...ai...ai...ai
Que lindoooo! Mas deu um apertinho no coração, viu?
Foi no silêncio da noite que encontrei um fantasma, buscando alento que estava a faltar e levou meu coração.

Prima que gosto muito...tem alguma coisa aí pra alegrar esse coração?
Que tal mandar o Astro pra passar uns dias aqui?

Que tua semana seja de muita paz! beijoooooos pra ti...
beijoooooos pra comadre!

Lu disse...

Véu...Obrigada pelas gentis palavras. Bom saber que gostas de ler meus textos.

Alma misteriosa e sonhadora sim, concordo com você.

Volte sempre, suas visitas também são uma alegria, beijo!

Lu disse...

Flamenguista...Bem vindo!
Obrigada por colocar nos favoritos.
E fico feliz, que tenhas gostado da minha forma de escrever.
Beijo!

Lu disse...

Ô Milly, a noite e seus mistérios né mesmo? Lá também os fantasmas aparecem? Afff maria!
Ahã, acho que esperamos tantas coisas...

Tem uma amiga, que colocou uma frase no msn ..."A saudade não mata, pq tem prazer e torturar!"rss
Uma ótima semana, amiga linda!
Beijo!

Lu disse...

Ô Renata, decepção? e quem não teve?

Irei sim!
Beijo!

Lu disse...

Essa Gata sabe das coisas!!!
Beijo, menina de lindo escritos!

Lu disse...

Ai...ai...ai...ai rsss
Ainda aprendo suspirar bonito dingual você!

Coração, levou? Aff maria! Não devolveu mais?

Seguinte: Presta atenção! Eu vou mandar um marreco, serve?
Astro, como bem diz o nome, é um porco de futuro e penso investir na carreira dele...hahahahahaha

Boa semana, amada do meu coração!
Beijo!

Oliver Pickwick disse...

Qualquer noite é pequena para a rara imaginação da sua prosa poética. ;)
Um beijo!