sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Inspiração...

Passei a semana pensando no que escrever. Mas tudo que tento dizer, parece não ser o que quero falar e tudo que escrevi parece não ter graça. Num passa e repassa, remoendo os pensamentos, penso num jeito de tirar no peito as emoções que vivi e tentar escreve-las. Mas ao rele-las, achei tão banal, meio sem açúcar e sem sal.

Pensei afinal, no esbarrão que dei num moço na esquina, mas quem quer saber se tropeço e caio, se levanto cedo e que horas que saio. Lembrei que acordo já com um dilema que calçado calçar, meus pés doem só de olhar.Mas quem quer saber se aperta meu sapato, se uso salto ou ando de chinelo.

Revelo que tamborilei e cantarolei, rabisquei, iniciei e parei. Pensei no borralho, no orvalho, no sereno, pensei no canto do galo e no cacarejar de galinha. Pensei que é outubro, já vem dezembro e o natal. Espero que esse mal, vá logo embora e que eu lembre uma história, com começo e fim.

Nesse ínterim, passou como passa toda a semana. Se não fosse essa gana, eu não estava a pensar e a me indagar, porque a minha imaginação não voa, nas manhãs ensolaradas, nas madrugadas e nos voos livres, tal um pássaro, para trazer a tona ao som de uma cordeona e de um violão com sempre faço, momentos de infinita beleza, das profundezas e do que está aprisionado.

Todavia, você conseguiu perceber a vida dura de blogueiro, em desespero por não ter o que falar. Mas não vá pensar que será sempre assim, vou continuar pensando e procurando um mote, com sorte a inspiração voltará.



Beijos, aos que visitam este espaço!



Imagem: Marciano

Olhares


15 comentários:

Véu de Maya disse...

olé Lu!

a inspiração vai chegar quando menos contares...tens encanto que chegue para que ela te visite e te traga outros detalhes...

Descansa...

bjinhos

Coração Alegre disse...

Lu, prima do meu coração!
Olha eu aqui...meio tristinha, chateada, que nem você, sem inspiração.
Mas não se preocupe, quando tu menos esperar, vai aparecer muitas inspiração que você colocará aqui para nos emocionarmos, dar boas risadas e enfim, nos encantarmos com suas letrinhas.
Mas uma sugestão...que tal um bom causo de um certo porquinho que é o meu sonho de consumo?...rsssss
Comadre vai dizer que eu tô com idéia fixa!!!
Ai...ai...ai...ai...ai!

Que você tenha um final de semana iluminado, mesmo com esse tempinho que pede cama...rssss
beijooooooos pra ti!
beijooooooos na comadre!

Lu disse...

Coração!
Já estou até preocupada, com a falta da inspiração, penso, penso e não sai nada...rss

Chateada? Ô amiga linda de se ler, espero que essa tristeza vá logo embora de mão dada com a falta de inspiração, né?

Não vem com idéia e causo de porco, sei bem da suas intenções, viste? rssss
Sabia que a comadre cria coelhos?
Coisa mais amor!!!..rsss Pergunta préla...(hahahahaha)

Obrigada amada, um ótimo final de semana para você também!
Apareça, porta sempre aberta.
Beijos!

Quasímodo disse...

Amiga querida de sempre...
Também a mim acontecem esses bloqueios e vazios mentais. Tentei em vão entendê-los. O mais próximo que cheguei de uma explicação para isso, foi a de que sempre procuramos transmitir, com clareza, o que pensamos e o que sentimos.
Seria fácil preencher o espaço com qualquer cópia do Google ou da Wikipédia. Mas não, não nos contentamos com isso. Temos um compromisso conosco mesmos; com a sinceridade implícita de nossa personalidade. Dificilmente seremos consagrados como poetas férteis e produtivos.
Além de tudo, não estamos imunes ao turbilhão de acontecimentos que nos envolvem no dia a dia, desde um sapato que aperta até o entendimento do Universo que transformamos ou que somos incapazes de fazê-lo.

Tranquliza-te no entanto. Faço minhas as palavras do Véu de Maya (sem a permissão dele, diga-se).

Além do mais, até mesmo tua pretensa falta de inspiração, gerou um texto inspiradíssimo, com o cuidado e esmêro que é tua marca registrada...

Um abraço, querida amiga.

(Talvez eu retorne ao font amanhã)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

E quem disse que vc não escreve nada? O que importa não é o que vc escreve e sim como vc escreve. O seu texto é bem construído, com rimas internas, isso são características do poema em prosa, Lu. É isso que faz de um poema bom ou ruim. Vc escreveu, sim, e muito bem.
Querida;
Venho dizer-lhe que tenho um novo Blog chamado "Resenhas antigas", onde postei agora as resenhas de maio (Across the universe, Blade Runner, Asas do Desejo e a sinopse de Cidade dos Anjos). Eu as tinha retirado do Galeria porque ia fechá-lo. Não o fechei e a única solução para postar as resenhas de maio a setembro foi fazer um novo Blog. Também a convite para apreciar meu novo post na Galeria.
Um beijo,
Renata Cordeiro

Milly disse...

Ah,nem sou blogueira,nem flogueira...rs...mas,as palavras fogem de mim,vez ou outra...
Sabes que as crio soltas...sem trancas,nem porteiras...
Não as meço,nem as evito...deixo fluir,como diz o Lord...rs
Só que,ultimamente,elas têm se ausentado um cadinho...(por isto tenho vindo pouco,creia...rs)
Acho que elas cansaram de mim...ou eu delas...ainda não descobri!
A verdade verdadeira...é que elas me largaram qdo eu mais precisava...nesta hora,fiquei no "Ah,é?"
Poucas palavras,pra quem foi vacinada com agulha de vitrola...rs
Disse isto,pra ouvir..."Não é,não"!
Mas,meu interlocutor tbém estava em greve com as palavras...e disse somente..."É!"
Danei-me...rs
.
Ai,como sofro!..rss
.
Beijos,querida!
Muitos!
.
.

Milly disse...

Ô,Lu!
Não avisa esta faminta sobre meus bichinhos!
Ela vai mudar o cardápio da ceia de Natal rapidinho!..rs
No lugar de porco à pururuca,será coelho ensopado com molho de laranja!!
Vou esconder o Francisco e a Maria,pois desejo ter muitos netinhos até o fim do ano!..rs
Te contei que Maria deu cria..e matou todos?
Não?
Bah!Clima de velório aqui em casa!
Briguei muito com ela!
Se eu não como os membros da família,pq ela tem que comer os filhos!?
Ela parece parente daquela uma alí...rs...má influência,isto!..rs
Torcendo aqui,pra que na próxima gestação ela não deixe aflorar seu instinto assassino...rs
Se ela fizer isto de novo,mando ela pra Laguna...ah,mando,sim!..rs
.
(E eu estava caladinha..tão tristinha...mas,falar dos meus bebês me alegra...rs)
.
Beijos,Coração!
Beijos,Lu!
.

Coração Alegre disse...

Ai...ai...ai...ai...ai!
Como esse pessoal falam mal de mim...afffff!
Pode ficar tranquila, comadre. Não vou querer os teus bichinhos, uma porque os acho muito lindinhos e outra que é até pecado pensar quanto mais comer...rssss
Mas do Astro, eu não abro mão mesmo! Já estava escrito nas estrelas que um dia ele ainda vai para panela...e é no natal, no máximo, pra começar bem 2009...rssss.
Mas se quiser mandar a Maria pra cá, pode deixar que cuido direitinho dela, longe das panelas, mas que vou garantir o leite das crianças, isso eu vou...rssss
.
Lu, uma semana abençoada pra ti...beijooooooos.
E beijooooos pra comadre Milly!

O Profeta disse...

A inspiração é feita de estados de alma...a tua é linda...


Doce beijo

Lu disse...

Olá Quasímodo...
Tentei fazer da falta de inspiração um texto.
Lembra que te falei, quando não tiver mais o que dizer, pego a mochila e vou-me embora? Pois então, se a inspiração me abandonar, resta-me isso.

Sim, penso no que digo e a forma como digo. Portanto tudo que posto vai de meu entendimento, o que acredito ser verdadeiro, deste a forma de comportamento e as reações humanas...
Enfim, se não me soar verdadeiro, com sentido e clareza, não passa de um amontoado de palavras. Ou como discurso de político em comunicado a população, que muitos não entendem e fazem cara que entenderam.

Não estamos imune e nem somos seres fragmentados, há de ser ter o entendimento disso. Mas, o que não podemos é deixar de fazer a triagem e nem deixar que todos os acontecimentos externos, conduzam nosso humor e nosso dia.


Obrigada pelo seu carinho, um abraço e uma ótima semana.

Lu disse...

Milly...rsss
Vacinada com agulha de vitrola ?
( hahahahaha)
Eu de gramofone! rss

Mas ó, uma boa notícia, já escrevi umas linhas aká, parece que vai sair um texto, aguarde!

Comadre, vou te contar: Essa mulher tem idéia fixa!! Eu troco de assunto, tento de mil maneiras distraí-la com uma aposta e acha que ela esquece? Nada!
Volta sempre com um sorriso estampado pensando no porco...rss

Isso, fala pra Maria que o destino dela vai ser Laguna. Duvido que não tome tento...rss

Amada Milly, uma boa semana e muita luz porcê!
Beijos, muiiiitos!

Lu disse...

Coração...escrito nas estrelas é?
Com esse suspiro o astro saiu correndo, acho que sentiu o perigo...(hahahahaha)

ó, não faça desfeita com a comadre, ela tem um apego muito grande pelo bichinho! rsss

Uma semana de muita luz, volte sempre e esqueça essa idéia de comer porco!

Beijos, amiga coração do coração!

Anne disse...

Luuu, mesmo supostamente sem inspiração, saiu um texto lindinho, mais uma vez! Vc escreve de uma forma tão bonita, sem inspiração vc não está! Eu tenho mto isso, tem épocas que não sai uma linha, ou saem as do tipo que prefiro nao publicar! Enfim, com certeza passa, tudo passa...

Obrigada pela ajuda e pelo seu apoio de sempre. Tens sido uma luz no meu caminho! Amo vc, infinito!

Beijossss

Oliver Pickwick disse...

Estar em dúvida quanto a que sapato calçar não é um dilema. É um privilégio. Escolhas, mesmo as mais singelas, são engrenagens essenciais do motor da vida.
Por outro lado, a vida de blogueiro não é tão dura assim. Se não há o que escrever, eu, por exemplo, não escrevo. Ser cativo de qualquer qualquer sistema - até mesmo o da blogosfera, não é uma boa filosofia.
Um beijo!

Oliver Pickwick disse...

P.S.: Quanto à sua inspiração, continua rara. ;)