domingo, 12 de outubro de 2008

Abaixo de mau tempo

Atravessei dias, meses, temporadas e anos. Coisa esquisita tentar relatar, as palavras chegam faltar. Fico a pensar e para que tentar transcrever?

Ao rever minha trajetória, agarro meus dias, tomo posse de minha história e busco na memória meus passos, minhas opções e minhas ações.

Resoluções a partir do que era justo e do que era certo. Quem esteve por perto, nem sempre entendeu e muitas vezes se surpreendeu.

Mas o que é justo e o que é certo? Ao decidir fui julgada, para mais tarde me dizerem: “Desculpe você estava certa.”

Procuro não deixar aresta. Preocupo-me, com minha caminhada e nada me faz mais lúcida.

Nas buscas, nos conceitos e nos preceitos do que deve ser feito e no que nos é imposto, tento perceber o que há por trás disso.

São-me claras as intenções, suas ações, seu andar e seu olhar. As pessoas muitas vezes vão nos magoar e nos decepcionar, falando e prometendo o que talvez não estão em condições de cumprir. Sabendo disso é melhor não cobrar e nem exigir, somente aceitar e esperar que um dia possam acordar. E talvez isso aconteça, depois de muito sofrer.

Perceber, limites do ser e ver suas limitações, suas conclusões, seus objetivos relativos às suas intenções por vezes de puro ego.

Como cegos, fechamos os olhos criando ilusões, as vezes tentamos nos enganar, acreditando em promessas, palavras e demagogias, damos credibilidade a discursos insanos e com os anos, percebemos que aprendemos a duras penas.


Flores para os visitantes, beijo!


Glimboo imagens

16 comentários:

Fátima N. disse...

___é... minha parceira, essas trajetórias, as escolhas e os julgamentos permeiam nossa vida,
mas somos o que somos, ninguém pode negar, autênticas, e lutamos para acertar.
se erramos foi na busca do acerto. e deixamos o coração falar.
mãos firmes seguramos a vida, que dá cada pinote né?
ô bicho bravo e lindo que é a vida..
e eu lhe admiro, lhe tenho respeito e aqui no meu peito, sempre sempre há de estar.
.
um beijo terno.
amo você.

Anne disse...

Esse caiu feito luva pra mim tb. Tento, como vc, ser sempre correta e firme, crescer a cada dia. Mas ainda me iludo com palavras vazias, ainda me machuco por querer justificar no outro aquilo que as vezes é pura maldade, ignorância ou desconhecimento. Cada um evolui a seu ritmo, preciso entender isso, de uma vez por todas. Se me faz mal, me afasto, não por maldade, mas por necessidade...

Admiro a sua força e a coragem de arrumar o que não está certo, mesmo tendo de renunciar a coisas que são importantes, algumas vezes. Admiro demais o seu jeito, sua forma de agir, essa sua nobreza de caráter em procurar nunca ferir ninguém. Disciplina... não é? Ainda chego lá, eu sou vc em miniatura...rs. Ainda tenho uma longa caminhada.

Adorei suas palavras, como sempre. Sabe que é uma amiga especial pra mim, uma luz no meu caminho, um conforto para meu coração. Já disse q amo vc? Repito, então!!!

Beijos, Lu... ficou lindo!!!

Véu de Maya disse...

LÚ=Lucidez...a memória para refrescar a vida e lhe trazer uma nova alegria e vitalidade...mas o que está para vir é que nos pode ainda surpreender...já sei que vai por ai...gosto de ler seus textos...

bjinhos

Lu disse...

Fá parceira!
Autenticidade entre tantas coisas...Uma afinidade grande, que chamamos de parceria.
É uma alegria, encontrar ressonância e ver alcance os nossos pensamentos, no qual vamos tentando transmitir através de nossos textos. Partilhar desses momentos é gratificante.

ô dá pinote, mas vamos domando com carinho e cautela.

Feliz com sua visita amada. Obrigada por todo esse carinho.

Beijos, muiiitos!

Lu disse...

ô Anne, bem sabes o quanto me dói certas renuncias, mas as vezes é preciso.

Entendo perfeitamente do que falas.
Acreditamos e tentamos ver o belo em outros seres.

Sim, disciplina que parece ser dolorido, mas garanto que a dor do arrependimento é muito maior.

Obrigada por suas gentis palavras. Sabes também, que sou sua admiradora, tenho um grande respeito e sei do que és capaz.

Amo-te!
Beijos amiga!

Gata de Rua disse...

...como aves, que voam livres, cada uam com o seu rumo, as vezes o mesmo objetivo, o mesmo destino.Outras, em seu próprio recanto...mas, todas com seu espaço.
Bjo grande, grande...

Quasímodo disse...

Lu; já te disse, né?... Às vezes faltam palavras para comentar. Sabe aquela coisa? Se eu comentar, desfaz-se o encantamento. Não há como comentar um sentimento e uma vivência que são só teus. E que transmites de uma forma tão lúcida e ainda mais, poeticamente.

Parabéns amiga...

Oliver Pickwick disse...

Este, a duras penas, é o aprendizado que mais importa. Não sai mais.
Um beijo!

P.S.: A "cavalaria" tarda, mais não falha. Estou na maior falta de tempo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lu:
Preciso que você vá com urgência ao meu Blog e ponha um comentário no meu novo post.
Renata
Se não fosse urgente, eu não chamaria

Coração Alegre disse...

Ai...ai...ai...ai...ai
Lu,aqui tá uma pessoa que aprendeu algumas coisas na vida "a duras penas" e como foi difícil!
Mas valeu como aprendizado e para o meu crescimento como pessoa.
Tá muito lindo teu espacinho, assim como você é.
Saudades danada de ti e sempre falo isso para a que se diz, madrinha do Astro...rssssss
E por falar nele, como está aquele sonho de consumo?...rssssss
Natal tá chegando, viu? Banquete tá garantido...rssssss

Beijooooos, Prima que gosto muito!

O Profeta disse...

Mágnifico texto...quanta profundidade...


Doce beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lu:
Estou aqui para agradecer a força dada ontem e para lhe oferecer um POST DE PAZ.
Um beijo,
Renata
Mande o poema em prosa do plantador que orou, que eu o incluo no post.

Milly disse...

Ach!
Nem sei se devo dar pitaco!
Nada sei..nem de mim..nem de ninguém!
Ainda me pego assustada...com a mulher que vejo no espelho...
Sei tanto dela e a danada ainda me surpreende!..rs
Já dei tantas cabeçadas,já sofri,chorei muito...e continuo firme no propósito de ser feliz...
Não mudo uma vírgula do que penso...pra agradar quem quer que seja!
Peço perdão sempre,qdo estou errada...e o faço com muito orgulho...mas,não mudo meu jeito de pensar e agir...nunca!
Um dia,vou descobrir quem sou...
Espero que não demore muito!
.
Beijos,amada...muitos!

Lu disse...

Coração!
ô menina linda de ler!
Saudadona de tu, viste?

Obrigada! Feliz que tenha gostado dos escritos.

É uma grande alegria tê-la neste espaço. Não some mais!

ó ...seguinte: O Natal, não está mais sendo comemorado com porco, caiu de moda! ( hahahahaha)
A comadre, nem iria gostar, entendes? rsss
Beijos! Moras no meu coração!

Lu disse...

Milly!
Li um livro, de uma terapeuta norte-americana, que tinha um lembrete, já na entrada de seu consultório dizendo assim: "Só posso agradar uma pessoa por dia. E com certeza, hoje não é o seu dia!"
Uiaaa.. essa não tem papas na língua, né mesmo?

Amiga, bem sabes que não sou de ficar de nhé, nhé...rsss
Respeito todo mundo. Mas ficar falando só para agradar, não faz meu tipo. E quando acho que devo falo, caso contrário, bico fechado!
( hahahahaha)


Coloco reparo, na idéia da nossa amiga? Ela continua de idéia fixa!
Comadre salve seu afilhado disso!!
( hahahahaaha)

Beijos, muiitos!!!

Milly disse...

Falei com aquela uma,hoje...
Tô tentando tirar da cabeça dela..mas,a doida tá com a idéia fixa!
Já falei pra ela...não comemos os membros da família...rs
Pensas que ela aceitou o argumento?
Nem piscou!..rs
Eu cuido dele,pode deixar!
Dinda é pra isto...rs
.
Beijos...muitos!
.