quarta-feira, 23 de abril de 2008

Vai uma vassoura aí?


Quando somos jovens, ficamos divagando, sonhando e listando o que nos trará felicidade. Nessa época os sonhos são os mais diversos. Também tive os meus, e muitos deles foram realizados...

Mas o passar do tempo nos modifica, a lista passa ter outra conotação, outras prioridades. Hoje me vejo pensando: “O que devo me desfazer para ser mais feliz?” Não me importa o acumulo de bens materiais, aliás, percebo que preciso bem pouco.

Na minha cidade tem um homem, chamado de “o homem do saco”, tal senhor como o nome deixa claro, carrega a cada dia mais sacos. Seus dias prosseguem dessa forma, andando com sacos em suas costas, e por onde passa sempre recolhe mais um objeto e acrescenta mais um saco.

Muitas vezes parecemos o tal “homem do saco”, acrescentamos sempre algo mais, que muitas vezes nos tira o sossego. Por vezes há tanta canseira, tantos sacos sendo carregados, fazendo-nos reagir com irritação e não nos damos conta.

Conversando com um amigo, dia desses, ele comentava sobre essas tranqueiras que ao longo do caminho vamos adquirindo (em todos os sentidos), como roupas, amizades que nem nos fazem bem, problemas que nem são nossos, participação em grupos que nos trazem desgaste e não acrescentam nada, antigos utensílios que nos dão despesas e vamos consertando (insistindo em manter), sem pensar no custo/benefício.

Enfim, quando paramos para pensar o que nos irrita e nos atrapalha dando pouco ou nenhum retorno, desfazendo-se do que nos tira o sono, do que nos traz dissabores é que começa verdadeiramente uma faxina em nossas vidas. Essas faxinas são renovações inteligentes, onde nos desfazemos do estagnado para que o novo nasça junto com possibilidades e novos aprendizados.

A diferença é que uns pensam e se perguntam: o que posso fazer para melhorar e o que me irrita tanto? Como posso mudar isso? Outros, irritados passam adiante seus ranços e ainda são capazes de achar culpados para seu estado de ânimo. Afinal olhar para dentro de si mesmo, pensar e fazer faxina dá trabalho!

Com licença, hora da faxina! Vai uma vassoura aí???

Beijos a todos que visitam esse espaço!

Imagem: getty images

10 comentários:

Milly disse...

Concordo contigo!
Faxinas são desgastantes,mas,necessárias!
Faxina na armário,nos pensamentos,nas dores,nos amores e amizades...
Qq faxina é válida,pois sempre terá a serventia de diminuir o que perdeu o valor...
Coisas que só ocupam lugar,que deixamos alí "pq podemos necessitar um dia"...
Bah!Qto espaço ocupado em vão!
Precisamos de poucas coisas,sim!
Uma teto pra proteger da chuva,um agasalho pra espantar o frio,um pão pra saciar a fome...e um amor pra embalar nossos sonhos...só isto!
Se,de quebra,tivermos um amigo que nos ouça e nos dê um ombro pra repousarmos a cabeça..seremos afortunados!
A felicidade custa tão pouco...pq complicar?
.
Beijos,Prima...muitos!
..
.

Betin@ disse...

Por incrivel que pareça....aká tbém tem um "velho do saco"....
dizia-se.....se não obedecer o velho do saco vem te pegar......
coisa que não se deve dizer..pois ninguém pega ninguém.
Continua assim , não muda em nada.
beijos amadinha

««§εмф†ϊvф»» disse...

Opa!! Manda uma aí! Quer dizer, com estes texto, vc acabou de mandar não só uma vassoura, mas sacolas, pazinhas e até incenso!
Muito bom. Realemnete, tem horas que precisamos reavaliar nossos atos e pensamentos.
Boa faxina aí! Acho que daqui a pouco começo a minha. veremos

Beijo

Ray

Mila disse...

Olha... vassora da jeito aqui não... com a minha renite... só om aspirador mesmo!!! Mas aceito o convite!!!!
Beijos Mila

Luiz disse...

Lu, belas reflexões ! de vez em quando faço que nem alguns mamíferos de pelo depois do banho, sacudo tudo e me livro de todo o excesso. beijo

Oliver Pickwick disse...

Tenho intimidade com vassouras. Não me apego a nada que não seja essencial.
Sou daqueles que descartam logo após o recebimento, cartões de natal, ano novo, convites, etc. As coisas importantes estão na minha mente, e de lá, não saem jamais.
Um beijo, prezada amiga!

Lu disse...

Milly...A juventude tem seu encanto, suas bobices e suas tolices...
Mas a maturidade,certamente nos traz o que realmente faz sentido na vida.
Pode ser uma amiga? Aká sempre, só chamar viu?
Beijos, muiiiiiitos!

.

Betin@...aká também dizem: Cuidado que o homem do saco, vai te pegar!
Ele nem pega, mas corre atrás de quem lhe incomoda...rss
Beijos, volte sempre!

.

Ray...Serviço completo, até flores para o vaso...rss
Depois de arrumado, só descansar!
Beijos, obrigada pela visita.

.

Mila!
afff....Renite?
Minha santinha...Só aspirador mesmo para seu caso..rss
Beijos menina!

.

Luiz...Só nos sábados, ou sempre após o banho?
Obrigada pela visita, beijo!

.

Lu disse...

Caro Oliver, com panelas também?
Senti uma curiosidade nesse exato momento, acho que foi por perceber que faz muitas coisas e bem feitas.
Obrigada pela visita, caro amigo!
Beijo!

Booperfly disse...

Mmmm, uma faxina geral na alma de vez em quando vai muito bem!
Bjinhos e boa semana!
Paulinha

Anne disse...

Lu, querida...tu sabe que eu costumo fazer isso sempre. Algumas coisas são mais difíceis e levam mais tempo pra varrer, mas felizmente não tenho o hábito de carregar entulhos por muito tempo.

Quanto ao mau humor, de vez em qdo tb tenho, mas procuro nunca descontar em quem não mereça, embora as vezes acabe escapando...rs

Em todos os casos, me vê aí uma dúzia dessas vassouras, pra quando as minhas já estiverem meio gastas...rs

Bjos, minha linda!!!