sábado, 24 de maio de 2008

Nem a favor do machismo, nem apoio ao feminismo...

Não sou profunda conhecedora, do que reza o código de quem defende essas bandeiras, mas sei distinguir quando o seu discurso segue nesse sentido. Ainda tem, pessoas que defendem alguns posicionamentos preconceituosos em relação ao sexo oposto, embora afirmem que não são machistas e nem feministas.

Penso que, a mulher tem muito a aprender com o homem, quanto o homem tem a aprender com a mulher. Trabalhei com equipe formada somente por homens, e foi muito interessante observar quanto são práticos e objetivos, sem as frescuras costumeiras das mulheres. Admiro a praticidade com que lidam com as situações, a paciência na conquista, a autoconfiança na espera que as coisas aconteçam naturalmente.

Enquanto a mulher sofre com sua ansiedade, será que ele gosta de mim? Ele vai me ligar? Será que ele está realmente a fim? Somos, nós mulheres sonhadoras, não tem como negar! Sensíveis e lindas! Emocionamos-nos, choramos perdas, mas saímos fortalecidas (após um ano de lágrimas) na perda de um amor. Enquanto a maioria dos homens logo após seu relacionamento acabar, partem para outra, buscando uma nova parceira. A mulher mergulha e prolonga esse estágio, o homem toca para frente... Não que seja regra, mais na maioria das vezes, agem assim.

Lidar com perdas é muito difícil! E esse período, torna-se doloroso, mas benéfico em muitos sentidos. Sei, pois já passei por um fim de casamento e por perdas dolorosas. Mas, em tudo isso, o que importa é como passamos esse tempo. Ainda que, tenhamos perdido podemos fazer escolhas, de como passar esse período. Podemos optar em arrancar os cabelos e esvair-se em lágrimas, ou fazer desses momentos uma forma de crescimento, pensando o que queremos para nós, o que aprendemos com tudo isso, aprender a valorizar-se e de forma mais amena buscar uma saída. Pois ninguém agüenta nossas lágrimas por um longo período, após 3 ou 4 meses, nem a mãe da viúva tem mais paciência para ver o sofrimento de sua filha.

Essas mulheres maravilhosas, que dão conta de tantos afazeres, cuidando do almoço, lavando a louça, embalando o filhote no carrinho com o pé, de olho e ouvido na máquina de lavar. Achas que um homem daria conta de tudo isso? Só em sonho! Concentrados nem adianta fazer perguntas, pois respondem: Não vê que estou trocando a lâmpada? Ou, não viu que estava escutando a notícia?Na hora do futebol, nem tente dizer nada. Tenho filhos homens, me canso de ouvir: ”Mas mãe, eu não ouvi você dizer tal coisa.” Ah, com certeza devo ter falado em um momento que eles estavam fazendo alguma coisa. Li um livro que dizia que o homem trouxe isso dos primórdios, enquanto caçava, ficava horas concentrado observando os movimentos de sua presa e a melhor hora do ataque, enquanto a mulher incumbida de mais tarefas vigiava o fogo, a caverna e os filhos. Mas, o tempo passou ainda a tempo de modificar e aprender, homens precisam de sensibilidade para entender essas mulheres maravilhosas, companheiras, tolerantes e amorosas. Mulheres, a ser mais práticas, menos chorosas e melodramáticas em circunstancias adversas, em que se precisa de ação e frieza para agir.

Em circunstancias difíceis, tive que agir com cautela e objetividade, para tomar providencia. E chorar... ficou para depois. Afinal, sou humana!
Prolongar um sofrimento é tão danoso, quanto fazer de conta que nada aconteceu... Pois, como mofo na parede, pode ser pintado, mas depois de certo tempo volta à tona...

Beijos a todos que visitam esse espaço!

Imagem: getty images

7 comentários:

Milly disse...

Sabe...estas diferenças me irritam de tal maneira!..rs
Pq não somos assim...práticas como eles?
Pq vivemos o futuro...enquanto os homens vivem o presente!
Mal conhecemos e já pensamos em casamento...rs
Não vivemos o momento,não aproveitamos o beijo...pq estamos organizando mentalmente o vestido de noiva...rsss
Aí,tenho que admitir!
Mulher é bicho esquisito!!
Fazemos muitas coisas ao mesmo tempo...e isto deve ter tirado de nós o prazer e a capacidade de vivermos uma só coisa...de pensarmos em um só dia...o de hoje!
Sofremos por antecipação...e quem sofre assim é peru em véspera de Natal!..rs
Mas,há chances...grandes probabilidades de aprendermos com os homens...antes que a espécie entre em extinção..rs
Estou tentando...(já consigo trocar lâmpadas e matar baratas sem medo nenhum!)...rss
Sou um poço de coragem...e persistência!..rs
Ótima semana,Prima!!!
Muitos beijos...
..
.

Lu disse...

Milly!
Rindo muito aká...rssss
Sim sonhamos e até tinha escrito, sobre pensarmos sobre o vestido de noiva, resolvi enxugar o texto, pois já estava longo...rss
Estou muito feliz, vendo toda essa sua coragem ... rss
Confesso, trocar lâmpada não é comigo!
Obrigada e ótima semana também para você!
Beijos, menina corajosa!

Oliver Pickwick disse...

Aprecio as mulheres que se definem como seres humanos apenas, sem estes rótulos bobos de machista, feminista. É lógico que há diferenças ancestrais entre homens e mulheres, aliás, como bem descreveu neste artigo de alta precisão.
Mesmo porque, as mulheres da classe média em diante não têm mais o que conquistar, além de se igualarem aos homens, o superaram em determinados assuntos.
Nos dias de hoje, resta à mulher proletária percorrer a estrada da igualdade.
Um beijo!

O Profeta disse...

Uma voz quebra o silêncio
Um espelho retêm a beleza
Vi com os olhos fechados
A fúria da minha incerteza

Fecham-se as janelas de poente
Este nevoeiro galga o pensamento
Uma semente solta num ribeiro
Corre no incerto de cada momento


Deixo-te uma doce acalmia


Mágico beijo

Be disse...

Li, gostei...Parabens, continua sempre do jeitinho que tu és.
Deixo Beijos.....

NANDO DAMÁZIO disse...

Oi, Lu, tudo bem ??
Vim conhecer seu blog e estou convidando o pessoal para participar da Blogagem Coletiva Contra o Tabagismo, que acontecerá neste sábado, 31 de maio, que é o Dia Mundial Sem Tabaco ..
Caso queira participar, tem as informações no meu blog, o selo com o post está na coluna à direita. Caso não possa também não tem problema, mas desde já agradeço a atenção ..
Obrigado e independente da Blogagem espero que possamos manter contato, voltarei aqui mais vezes !!
Abraço, até mais !!

Anne disse...

Diferenças temos aos montes, mesmo. Homens são bem mais práticos, decididos e menos rancorosos...rs. Imagina trabalhar com essa equipe só de mulheres aqui? Não é brinquedo...rs

Acho que nosso maior erro é quando esquecemos as diferenças básicas e queremos que eles sejam como nós (ou vice-versa). O melhor seria aproveitar o que o outro complementa, entender e viver as diferenças como um aprendizado, um "charme" a mais =P

Beijos, amo vc incondicionalmente!