quinta-feira, 15 de maio de 2008

Em apoio aos incompreendidos!


Mortais como nós os pensadores de outras épocas - sempre a frente de seu tempo - sofreram muito. Inclusive, muitos deles sem direito a receber compreensão, tolerância, apoio, respeito, cuidados e entendimento para suas descobertas.

A história está repleta de fatos, em que tanto durante quanto no final de suas vidas, tais pensadores, gênios e filósofos, matemáticos, astrônomos e mentes brilhantes que muito contribuíram para história da humanidade, sofreram. Taxados de loucos, hereges e muitos outros sinônimos.

Corajosos eu diria, pois suas descobertas jamais lhes fizeram temerosos, nem a fogueira da (nada) “Santa Inquisição” nem as ameaças, nem as condenações, mudaram seus pensamentos e os fizeram desistir. As boiadas conduzidas (refiro-me aos homens e suas ignorâncias), que sempre apoiaram o poder e poderosos, em massa viraram as costas aos mesmos. Muitos sem o direito de serem enterrados juntos aos seus, morreram sozinhos e isolados, doentes, em sofrimento...

Eu, ao ler algo buscando conhecimento, acabo aprendendo pouco e sentindo muito. Detenho-me à sua história pessoal, as dificuldades, ao seu sofrimento, a rejeição sofrida, a sua determinação, as horas debruçadas em cima dos assuntos. Vejo-o (com uma lamparina estudando) esquecendo de seu corpo físico, não sentido fome, concentrado! Até tento aprender sua teoria, seus tratados e saber mais sobre física, matemática, metafísica, mas confesso que fico divagando. Que mentes brilhantes, seres extraordinários que aportaram na terra em busca de evolução, deixando legados de extrema importância a toda humanidade!

Ah, nem consigo transmitir em palavras, pois doem em mim suas dores que ecoam no Universo...

Beijos a todos visitantes.




7 comentários:

Milly disse...

Ainda hoje,vemos seres incompreendidos em suas atitudes...em seus pensamentos...
Tudo que foge ao normal é dito absurdo!
Quantas vezes já passamos por isto...e nada temos de gênios...rs
O homem não está preparado pra aceitar o diferente...nunca esteve e creio que nunca estará...
Pq,aceitar que algo diferente de nós é válido,é o mesmo que afirmar nossa insignificância...
Então,é melhor julgarmos e jogarmos na fogueira...mais cômodo,mais confortável...
Bah!Homens...e se dizem racionais!
Já viste um cão menosprezar seu semelhante pq ele prefere arroz à ração?
Não!Pros animais,seus semelhantes são iguais...
Dê inteligência e sabedoria à um homem e ele será condenado por suas palavras...
..
.
Boa reflexão...
Saudades de ti...rs
Beijos...muitos!
..
.

Luiz disse...

Oi Lu, quanta mentes super brilhantes já não sofreram nas mãos da humanidade, não é ? E quanto possiveis e futuros gênios não tiveram sua vida interrompida ou definitivamente prejudicada pelas nossas bárbaras civilizações ! Exupery tem uma passagem, acho que em Terra dos Homens, em que ele andando de trem pels Polonia, durante a Segunda Guerra, faz uma reflexão sobre quantos Mozarts estava o mundo perdendo com aquela querra absurda. E não aprendemos. Continuamos, por mais "desenvolvidos" tecnologicamente, a produzir as mesmas imbecilidades. Só não concordo muito com voce quando diz que está aprendendo pouco porque sua atenção fica mais concentrada no sofrimento daqueles gênios. Já deu para perceber que voce é muito modesta em relação às suas, certamente, geniais habilidades.

Pode dar uma chegadinha no Imperfeito ? Tem desafio para voce lá. beijo

«« ڱemöґïvö »» disse...

=/
Indignada*

Tb sinto muito por estes gênios só reconhecidos anos e até séculos depis de sua morte.
Os dois que mais admiro neste meio é Mendel e Walace. Muitos nem mesmo conhecem... foram reprimidos, enganados por estes serrees despresíveis.
Aqui expresso a minh indignação;

Mandel, Walace. Nem daqui há um zilhão de anos teremos duas mentes brilhantes à vida novamente.

Ray

Luiz disse...

Lu, obrigado pela gentileza dos seus comentários. Quando vier ao Rio, me avise.

Anne disse...

Na verdade eu acho mais interessante essa parte que vc olha, do que as teorias. Sempre gostei mais de pessoas, de entender pessoas, de saber enxergar o que sentem e pensam, do que de teorias.

Acho que nesse mundo em que vivemos, o diferente sempre assusta, desde os tempos mais remotos. Somos feitos pra viver dentro de determinado padrão, moldes pré-construídos, quem sai disso é vítima de preconceito, nas suas mais variadas formas...

Triste isso. E pensar que, em todos esses séculos, poucas coisas mudaram nesse sentido...

Bjos, lindinha do meu coração!

Booperfly disse...

Pois é, e muitos deles acabaram morrendo em nome da sua busca pelo conhecimento...
E esses "seres incompreendidos" existem hoje em dia tb...
Bjos e uma ótima semana!
*Paulinha*
http://booperfly.fairy-tales.com.br/

Oliver Pickwick disse...

Acredito que a Santa Inquisição e o Tribunal do Santo Ofício, são responsáveis por pelo menos dois séculos de evolução.
No meu último post - que você muito "corajosamente" ficou com medo de ler, faço algumas referências à Inquisição.
Deixe de ser medrosa, garota, aquele não é de terror, é um conto policial.
Um beijo!