sexta-feira, 2 de outubro de 2009

As cartas que escrevi e não enviei...

Por certo, ainda saberia dizer o motivo pelo quais algumas foram escritas. Ao escrevê-las, tinha o tempo e a reflexão, para colocar minhas palavras ponderadamente. Era também a forma que eu, papel e caneta resolvíamos as questões pendentes, como um balanço geral da situação. Mas, não as enviei... Enviando estaria insistindo falar de circunstâncias já definidas, ou, por achar que não adiantava mais prosseguir o assunto. Resignação talvez... Quem sabe orgulho. Ou, por achar que as palavras pudessem evaporar do papel, e serem lidas telepaticamente pelo destinatário.

Indago-me, teria entre elas, alguma carta de amor? E o temor de revelar meus sentimentos, teria refreado a possibilidade de remetê-las?

Ah! Por certo havia!

Devo confessá-las enquanto há tempo...

Ao padre? Aos filhos? para que saibam quem amei e sonhei enamorar-me?

Todavia, voltou-me a mente neste instante, que todas foram queimadas. E que escrevi em seu lugar, somente uma. Pra quem? E qual era o conteúdo? Conto-lhes... Dizia mais ou menos assim:

Senhor,

Escrevi várias cartas, mas resolvi queima-las. Substituindo todas as cartas, lhe escrevo.
Houve momentos de minha vida, que não entendi muitas coisas. Sei também, que Lhe questionei várias vezes. Não entendi porque as pessoas que amei ficaram ausentes, nos momentos que mais precisei de afeto e consolo. Também, não entendi como alguém que nos diz amar, possa ser indiferente a esses momentos.

Queimei-as, por que foram escritas com sentimentos do momento, como desabafos. Mas entre elas também havia cartas, escritas com intenção de fazer-me conhecer em verdadeira essência.

Somente tenho um pedido, e com esse objetivo é que lhe escrevo. Por favor, Senhor, não permita que eu amargue jamais, não importa a circunstância vivida. Não importam, quantas pessoas insensíveis possam atravessar meu caminho, e me ferir. Não importa, o quanto difícil seja ultrapassar esses momentos.

Quero dizer-Lhe também, que foram lindos os sonhos que sonhei para minha existência. Todos esperados com olhos brilhando, ante a possibilidade de concretizá-los... Nem todos se realizaram.

Leve em consideração meu pedido, e que eu continue a achando graça das minhas atrapalhadas. Sentindo sua presença sorrindo, balançando a cabeça, como quem pensa: “Você me diverte!”

Tudo que aprendi, foi com que criaste com seu imenso amor. Que eu consiga nesta breve passagem pela terra, ser ao menos um mero arremedo do seu exemplo.


Sem mais para o momento,

Agradeço minha vida, e a oportunidade de viver essa experiência terrena.
Com amor, Lu.

P.S.: Ah, e me perdoe por evitar os chatos, os falsos, os hipócritas e demagogos, preferindo o silêncio, e o canto dos seus pássaros.

P.S.: 1)Um adendo - Gostaria de fazer uma perguntinha. Posso? Não dá pros insetos comer os inços, em vez das flores que planto com tanto carinho? Ou, transforma-los em borboletas e beija-flor? que são espécies que apreciam as flores, e embelezam o jardim. Esses “fio de uma égua” tem acabado com as lindas plantinhas. Até dou o nome dos infames destruidores: “ Tatuzinho-bola, formigas e lesmas.

Bem sabes que o jardim não é somente minha vaidade, mas minha prece em forma de ação. O lugar que Lhe espero todos os dias, saboreando a paz e a alegria de sua companhia. Se eles não pararem de comer as mimosas e lindas florzinhas, na próxima vez que vires me visitar, vais me encontrar tacando sal no traseiro deles.


Um ótimo final de semana para todos!
Beijos!



27 comentários:

Dil Santos disse...

Ai Lu, eu tava lendo o teu blog mais cedo e eu tinha quase certeza q tinha comentado nele menina, é a idade dos outros que me afeta kkkkkkkkkkkk
As vezes nos faz bem escrever cartas, mesmo que ñ iremos enviar, mas pra colocarmos nossos sentimentos ali naquele momento. Eu já fiz isso, foi uam carta longa q no final ñ a enviei, rsrs, detalhe básico isso, kkk.
Ai menina obrigado, essa realmente ñ precisei fazer nadica de nada nela, kkkkkkk
E as frases dos autores q vc ñ lembra (kkkkkkkkkkkk adoro) são ótimas, e são a mais pura verdade. As vezes os estrago sai das pessoas que mais amamos e elas ñ tem nem a noção do q disseram.
Depois de soltada a bomba é q elas percebem o estrago q fizeram.
Bom fds Lu, se cuida heim? rs
Ah! tu tá bem? esqueci de perguntar tbm, kkkkkkkkkk

Bjão querida
:)

Dil Santos disse...

kkkkkkkkkkkk
realmente o bom é guardar as partes interessantes, os nomes não são relevantes no momento, kkkkkkkk
Como diz um amigão meu Erick, estou maravilindo, kkkkkk adoro


Bjão Lu
:)

~ Gaa.h disse...

Oii ^^
Muito lindo seu blog, amei o texto.
Eu tenho o costume de escrever, mas não tenho intenção de enviar o que escrevo, pra mim é algo bastante pessoal...
Beijoos ~
Parabéns pelo blog ;)

Milly disse...

Sabes que escrevi poucas cartas,Prima?
Sempre fui de falar...
Mas,lembro de uma fase em que não existia e-mail,nem msn,muito menos blog e flog...somente UMA agência dos Correios na cidade.
E minha mente fervia,levando junto um jovem coração que se apaixonava cada fim de semana por um guri diferente...rs
E eu me pegava escrevendo cartas,bilhetes,cartões...e pegando fila no Correio pra enviá-las.
Hoje,beeeem mais velha,me pergunto se alguém ainda tem meus escritos...
O papel amarela,a tinta borra...os sentimentos ficam...bons ou ruins,marcam uma vida!
No fundo é isto que importa...que possamos sentir...mesmo que ninguém saiba...mesmo que as cartas não sejam enviadas.
.
Bom saber que as pragas já ocupam tua mente...rs
Queres uma receita caseira?
Ó,dissolva num balde com água,fumo de corda picadinho e sabão em pedra(lembras do sabão gaúcho?..é deste..rs).
Pulverize...os bichanos morrem(ai,que maldade!..rs).
.
Deixo beijos,tá?
Muitos!
.
.

Milly disse...

Falei,falei e depois fui ler a outra postagem..rs
Meu lagarto é um inquilino chique,é cíclico!
Ele chega em novembro e desaparece em meados de março..isto se repete à 16 anos!
Acreditas?
Pois,é...chama-se Alli e já trouxe a família toda!
Francisco e Maria,meus coelhos adoráveis,foram doados pra um amigo que enamorou-se por eles...rs
Misteriosamente,pararam de procriar.
Acho que sentiram saudades,sei lá..rs
Xii..falei mais que a mulher da cobra...vou-me.
Mas,deixo beijos!
.
.

Lu disse...

Dil, estou bem. Obrigada, por perguntar.

Ah, frases de efeito é comigo. Invento cada uma que te conto. Melhor assim, pois quando cito alguma, lembro mais ou menos o que dizia, imagina então, se vou lembrar autor ...kkkkkkkkkkkk É a idade dozotros,que vai nos afetando dum jeito muito doido, né? kkkkkkkkkkk

Beijo, menino querido.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~Gaa.h- Obrigada!
Que bom que gostou. Eu também gosto de novos visitantes, viu?
Seja bem-vinda a este modesto espaço. Volte sempre.

A escrita funciona como um diário, no qual registramos e clareamos as pendengas pela vida afora...

Beijo!

Lu disse...

Milly, eu só escrevia. Mandar neeeem pensar..rss

Ai caraca, se apaixonava bastante.rss Agora entendo, pq estas tão rezadeira...kkkkkkkkkkkkk
Com certeza, se não guardaram suas cartinhas, sua imagem apaixonada e linda ficou gravada na memória. Não és pessoa de passar em branco.
E, fizeste parte da história deles também.

ó, as pragas e outras coisas. Mas me concentro nas pragas, entende? rss Receitinha boa essa. Me falta o sabão..kkkkkkkkkkk

Alli, é um nome chique mesmo! rss
Mas só aparecem para veranear? rss
Parece as andorinhas aqui.

Francisco e Maria, devem estar com saudade, com certeza.

Ah, uns pediu de ti, no post anterior. Não leu? Falei que andas em reclusão. Rezando muito...rss

Adoro seus comentários, bem sabes.
Fale a vontade.

Beijos, muiiiitos!

~ Gaa.h disse...

Eu também adoro crianças..
Muito Obrigada pela sua visita!!
Volte sempre ; )

Beijoos ~~

Milly disse...

Eu li a Uns lá,sim...e dei um alô pra ela..rs
Sabes que,qdo me concentro na oração,esqueço da vida...rs
.
O lagarto é folgadinho...só vem no verão comer ovos que deixo num cesto na calçada.
Ele se aquieta na calçada aquecida pelo sol e fica lagarteando por lá..rs
Coisa mais amor!
Precisas ver...tenho fotos,lembre-me um dia qdo conversarmos "on-line"...eu te mostro.
Alli é nick...o nome dele é Alligator...hehehe.
.
Gosto muito de ti,vizinha!
E pro conta disto,deixo meus beijos..rs
.
.

Eric R. disse...

Oooo minha querida, faça do seu blog igualmente ao seu jardim ,todo enfeitado e muito belo.
Quanto ao texto... em poucas e sinceras palavras um dos mais belos textos que já li,sem demagogia, um texto que quer ser simples mas se torna glamuroso e sublime como poucos saber ser, Talvez porque foi escrito por uma pessoa iluminada.
Parabéns.
Também adoru ôcê kkkkkk

Beijo e uma maravilhosa semana.

Anne disse...

Realmente lindíssimo esse, minha querida... bem como vc falou, um dos melhores que eu já li aqui! Amei!!!

Tb já escrevi muitas coisas, inclusive cartas, q nunca entreguei e nem mostrei. Mas ajuda a tirar de dentro da gente, o que tem horas q é salvador!!!

Adorei o fim, fiquei rindo um monte aqui do PS sobre os bichos...ahsuasuas. Bom demais!!!

Saudade de ti, lindonaaaa. Amo amo amo vc! Bjossss

Amanda disse...

Lucica...

Tenho milhares de cartas que escrevi para mim mesma, para meus amores antigos....
Vc nem sabe o q eu fiz essa semana...
Escrevi uma carta, e entreguei em mãos...morri de vergonha, pois nela coloquei o que realmente sentia...não era para ser lida, era só para ser desabafo e como vc disse, é como se o destinatario a lesse por telepatia..entreguei..pensei q nem ia ler..pensei q não fosse entender...depois, não voltei mais..com medinho de saber o q ele entendeu da carta...acho q hoje eu vou...não sei, sei lá..nunca havia entregado uma carta minha...depois q comecei a escrever no blog, me empolguei...rsrsrsrs...

Bjos!!!!

PS: Linda a sua carta...linda!!!!
e não se incomode com as lesmas , tatus bolas e formiguinhas...

uns... disse...

'
comadre, fiquei cá pensando... pragas que comem plantinhas... ok, há pragas e pragas...
não se esqueça que há certas lagartas que devoram folhinhas, mas depois viram borboletas. e são tão lindinhas.
e ó, quanto às cartas. eu já escrevi muitas e recebi também. não sei o que fizeram com as minhas, mas as que recebi estão todas aqui comigo, guardadinhas. acredita que outro dia encontrei uma carta que recebi de um primo-namorado (era primo em 15.º acho) quando eu tinha 15 anos?
pois é... é tão gostoso ler essas cartinhas.
quanto ao teu resumo, botando tudo numa carta só, ficou muito bom. ainda mais que você se dirigiu ao Senhor de todas as coisas. nada melhor que falar diretamente com quem manda em tudo. fique certa: tudo será resolvido.
beijos, comadre lindoca!
'

Lu disse...

Milly, tu não ecxiste!!!
Nick? tá bom...kkkkkkkkkk

Mostra ele, quando normalizar o troço de msn.

Outros beijos!

Lu disse...

Eric R.
Mas que exagerado!!! kkkkkkkkk
Ó...A beleza está nos olhos de quem vê. Fico feliz que tenhas gostado. Sabes que achei que não iriam gostar do texto? rss
É que escrevo o que penso e sinto. Primeiro tem que me agradar, ter fundamento, ( como diz minha mãe). E sendo assim, nunca sei como será a reação dos visitantes. O texto é verdadeiro, e as cartas viraram fumaça. Nem tinha pq guardar. Só transformei num texto o fato. Com a existência do blog, mantemos a escrita direcionada pra isso.Nem sobra tempo pra essas cartas desabafos.

Obrigada pelas gentis palavras!
Também dóoooooooru tu!
Beijo, caro Eric!

Lu disse...

Anneeeee... thanks!
Embora sejas suspeita, pois sei que somos assim: carne e unha...rss
Fico feliz que tenhas gostado. Mas o meu texto preferido, não publiquei ainda.

hahahahah...o " fio de uma égua", sabes com quem aprendi!


Saudade de você também!
Beijo, lindona do meu coração, que amo um tantão!

Lu disse...

Amandica, se eu fosse entregar pessoalmente, também sairia perdendo as chinelas numa corrida só! kkkkkkkkkkkkkk


Blog, a gente escreve as "cartas desabafos", com mais cautela e ponderação, que as tais cartinhas sem pretensão de enviar,né?

Thanks, thanks...rss
Lindos são vocês, com suas amáveis palavras para com a minha pessoa.rsss

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Comadre lindoca!
Nem citei as lagartas na cartinha...Quem dera, fosse só uma que outra folha. Eles comem o PÉ INTEIRO, não sobra absolutamente nada. Quando ela já estão florindo. Coisa mais triste, viu? Ando desacorsoada comadre, que nem te conto...Acho inté que vou largar a roça.

Ahã...Melhor falar direto com o Presidente, e quem manda.Tá, fico certa... Mas garante? rss


Beijos, lindoca!

Amanda disse...

Lu..vc nem sabe...eu aqui toda preocupada..e ele nem pos os olhos na falada carta...a irmã dele levou pra casa...junto com um CD q eu presentei...rsrsrsr
melhor assim...

Bjos!

Eric R. disse...

Ola querida Lu :D
Estou em um lugar repleto de flores e muito verde óhhhhh kkkkkk creio que iria adorar aqui.
Que história hein! Mas faz parte, é isso né kkkkk
Bom e nossa amizade não é virtual oras kkkk a comunicação sim, mas nós somos reias num é ??? Então nossa amizade é real.kkkk
E quanto aos hipócritas, kkkk como diz Tio Silvio Santos , eu quero mais que a mula mande porque eu quero é rosetar ,não sei o que significa muito direito mas é legal kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
E o texto é maravilindo sim porque eu entendi muito bem kkk e ficou muito bom mesmo kkk (PONTO) kkk
Beijão estimada Lu, logo regresso de meu retiro semi-espiritual kkkk
Até mais :D

Lu disse...

Amandica...Ele está num processo difícil, tentando ainda se cituar. Sob efeitos de medicação e taus...Pra quem esteve quase do outro lado, talvez seja complicado ... Não vivi isso, mas li sobre, e imagino...O que vale é a intenção, e sei que a sua é baseada somente no amor. Caaaaarma Bety! rsss
Um beeeeeeijo!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Óh! mas que beatifuurrrrr..kkkkkkkkk Com certeza iria me encantar, pois adoro lugares assim.

ô...verdade! Bem lembrado, é a comunicação! rss

Aproveite esse retiro, semi-espiritual! Só contemple a natureza, já está de bom tamanho... Permita, que a paz e a harmonia invadam você.

Beeeeeijos, menino querido!

Quasímodo disse...

Lu;
Cartas não enviadas, um dia se transformam em poemas, prosas, enfim, belos escritos.
Mais importante é o que nos fez ao escrevê-las. Normalmente nos fez bem. Nos ajudaram a organizar os pensamentos e as emoções. Tornaram mais fáceis o entendimento.

Quanto aos bichinhos, sossega!... São umas pragas mesmo, mas pode notar que a árvore devorada por eles numa primavera, rebrotam mais cheias de vida na primavera seguinte. É a sábia natureza agindo.
Por certo há hoje um desequilíbrio que nós causamos, o que torna ainda muito atual o seu comentário e a transcrição das palavras de Fritz Plaumann, em uma postagem anterior na Torre.

Mas se coisa for demais, mande às favas o ideário ecológico e taca sal na bunda deles...

Um beijo, minha querida amiga.

Dil Santos disse...

Lu querida, como está?
Pra q vou pagar terapia se eu mesmo posso fazer em mim? ahahahh
Eu desejo que nós sejamos muito felizes Lu. Tu sabe que ñ sou egoísta, rsrs
Obrigado Lu, tbm espero encontrar logo logo, rs

Bjo
:)

Lu disse...

Quasimódi, definiu melhor que eu, cartas não enviadas. Um dia quero aprender escrever ingual tu

Pois...verdade o seu comentário sobre as árvores brotarem cheias de vida, na primavera seguinte. No causo aqui, são as florzinhas de época que estão sendo devoradas. Boca-de-leão recém florindo elas comem o pé inteiro, como disse na resposta pra uns. Dá uma dor no coração inté... Planto dez pés, eles comem nove.
Acho que até o Fritz Plaumann, tacaria sal se visse o estrago.

Outro beijo, caro amigo!

Lu disse...

Diiiiiiiiiiiiil... sei que não és egoísta.rss E como também não sou, desejo que seja em breve o encontro.

Beijos, guri!

Amanda disse...

Lucica...carma betty..minha mãe falava assim..é..eu estou meio sem paciência...sabe..ele já está bem...só a coordenação que ainda está meia boca..mas ta fazendo fisio e tudo...vai ficar 100%...neme stá tomando remédio mais...brinquei com ele esses dias, disse que está melhor q eu...q estou tomando mil remédios pra dor de cabeça...rsrsrsr..mas ele ainda não fala comigo...só por gestos....sei lá Lu, ele fala com todo mundo, menos comigo...não sei o q acontece..a mãe dele diz q ele pergunta de mim, qnd não vou, fala o dia todo em mim, mas qnd eu chego lá..ele não fala comigo...vai ver que é por isso que eu estou desanimada...

Retribuo os beijos em dobro!!!!!

O Profeta disse...

...Às vezes uma intensa alucinação
Em que viajas pelo meu eu
Às vezes o mundo fica em espera
Da união do mar com o céu

Onde param os teus anseios
Onde encontras a sublime calma
Nestes dias de dura tormenta
Onde aqueces a tua alma?

Voa comigo...


Mágico beijo

Oliver Pickwick disse...

Cartas que nunca enviou? Humm... parece coisa de filme. Acho que não sou tão romântico como imagino, jamais escrevi uma carta que não tivesse enviado.
Mas, enfim, você se redimiu, escreveu e enviou esta linda carta.
Um beijo!