quinta-feira, 23 de julho de 2009

Adoráveis vizinhos...

Do outro lado da rua tem uma casa que é alugada sempre por pessoas que tem um mesmo padrão de comportamento: Gritam muito. Mais precisamente a “esposa e mãe” da família, que sempre é valente. Penso que deve ser o espírito de “ Maria Bonita” que destemida lutou ao lado de “Lampião”, que ronda a casa e faz esses efeitos.

A que morava antes na tal casa, além de brigar com seu marido e filha por horas a fio, noite a dentro, um dia guerreou com o vizinho da casa de cima de vassoura e rodo... Dizem que deu até polícia no pedaço.

Agora uma outra família mora na casa, mas pouca coisa mudou... Ela tem um papagaio que canta que dá gosto de ouvir, e sempre a mesma música: “Safado, cachorro sem vergonha, eu dou duro o dia inteiro e você colchão e fronhaaaaaaaaaaaaaaaaa...” E termina gritando: Uhúúúúúú..... E de novo, cachorro safado, sem vergonha....

Pára de cantar por volta do meio dia, pra fazer um gargarejo e para o almoço. Tudo isso como música de fundo, enquanto a tal “senhora” grita com seu amado esposo, (que passa as noites no carteado), com seu neto, suas três filhas e o cachorro.

As atividades na casa iniciam cedo, por volta das 7:30 hs da manhã, quando ela traz a gaiola com seu amado pássaro para a varanda da frente, para que ele inicie o dia cantando muiiiiiiiiito!!! Ah, sobra-nos poucas alternativas, ou tacar um travesseiro e algodão no ouvido, ou levantar. Encontro as vezes o meu filho mais velho, em pleno domingo levantando cedo e descendo as escadas rindo. O outro filho ao contrário, moço bom de cama, usa a opção 1 e sempre diz para “Mel” (nossa gata): Vai lá e acaba com aquele papagaio!!!! Penso que se isso acontecer teremos que vender a casa e mudar rapidamente.

Um dia desses eu estava limpando a sacada, escutei seu esposo falar amavelmente para uma das filhas: Cala boca guriaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!...Tu ainda discute com tua mãe???? não aprendeu ainda que se ela começa a falar, fala três dias sem parar, sem comer e sem beber água?????

Agora ele mudou de emprego, viaja muito. Até desconfio porque..



Beijos!




Getty Images

10 comentários:

Anne disse...

Rindo muito, especialmente do repertório que o papagaio escolheu pra cantar...hahahaha. Imaginando o dia a dia dessa familia, tá bem de vizinhos heim? Acho até q sei em qual casa é isso, pq teve um dia que eu fui aí te ver e tinha uma mulher gritando horrores com uma criança, que estava de olhos esbugalhados já...rs. Deve ser essa pérola!!!

Falando nisso, ainda tenho q ir aí ver o jardim, que coisa. Desculpa a ausencia, minha querida, ando trabalhando demais. Mas vou dar jeito!!! Amo vc, saudades!!!!

Bjonesss

˙·٠•● ѕεறிoτιvo ◦ disse...

Olá. ^^

rsrsrs
Sei bem o que é isso. Aqui do lado da minha casa tem uma casa de aluguel dessas,mas sem papagaios.

Às vezes é curioso como existem famílias com hábitos e jeitos diferentes, bem diferentes.
É... o marido sabe o que fala... Ele quase descreveu minha mãe. Como sempre digo: "Minha mãe não fala, dá palestra!" hauhsuahsu

Sadades demais daqui e de vc.
Grande beijo

Ray

Amanda disse...

Adorei seu blog, parecido com o meu, coisas cotidianas,sentimentos e afins..rsrsr

Vc escreve muito bem....

bjo*

Lu disse...

Amandaaaaaaa...
Obrigada!

Deu um pane aqui, bem na hora de publicar seu comentário...
Entonces colei, tá?
Beijos e obrigada pela visita!

Quasímodo disse...

Pois é, Lu...

Estava pensando em fazer companhia ao Santo na gruta, mas com essa vizinhança vou mudar os planos. Permaneço na Torre. Quasímodos são seres introspectivos e gostam de silêncios...

Bom ver tua verve literária de volta.

Grande abraço.

Milly disse...

Vizinho e parente é igual a dente...qto mais separado melhor,que é pra não juntar sujeira...rs
Ó,amei o texto!
Sabe,meu vizinho de fundos,tem um papagaio tbém.
Mas,ele só grita..."Eco,Eco!"
Nunca sei se ele fala italiano ou se foi largado num penhasco qdo filhote...e reproduz o som da própria voz...hehehe
O outro vizinho,que mora na casa em frente,acorda todo dia às 5 da matina!
Faço frio ou faça calor...lá está ele de pé.
E o filho de 4 anos,imita o pai.
Então,vão os dois pra frente de casa,"conversar".
Dudu,o filho,é curioso como todo peste nesta idade...cheio de porquês.
E começa o trelelê...
Dudu quer saber das coisas e o pai manda ele se calar...pq os vizinhos ainda dormem.
E faz isto aos berros...rs
Depois,por volta do meio dia,qdo encontra a gente,diz..."Dudu acordou vocês,né?Nem sei o que faço com este guri...tagarela!"
Eu olho e deixo quieto...rs
Um dia me vingo!
.
Bom te ler...
Apareça pra um café,tá?
Tenho biscoitos de araruta...rs
Muitos beijos,querida!
.
.

Vieira Calado disse...

Obrigado por ter visitado o meu blog.

Bjs

Lu disse...

Anneeeeeee!!!
Estamos sem colocar a prosa em dia!
Apareça! És sempre bem vinda!

Adoráveis vizinhos, né mesmo? rs

Beijos amada!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Ray!
Gargalhei lendo você falar de sua mãe.rss
Bom tê-la de volta, viu?
Beijos, menina!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Quasimódi, grande amigo!
Rindo aqui do comentário...rs
Não é fácil mesmo, só tapando os ouvidos pra dormir.

Percebeu que ando revendo fatos do passado?

Beijos!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Milly, tu não existe!!!
Boa essa do dente e parente, nem sabia.
Ai, até aí tem disso? Pelamor, será pra quem puxou o Dudu? rsss


Café com bolachinha e bolo?
Tá, vô lá..rs
Beijos, muiiitos!


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨Seu Vieira Calado, obrigada igualmente pela visita.
Beijos!

uns... disse...

então...
.
fico cá pensando se é melhor acordar com o teu papagaio ou com a briga da jasmim e do miauro.
dá uma vontade de decepar as cabeças deles... mas é só na hora em que acordo, depois os amo de paixão...
beijos, lindoca querida.
.

Lu disse...

Uns...kkkkkkkkkkkkkkkkk

Sempre existe algo pra nos acordar, né mesmo?

Não sei se ando não poupando gargalhadas, ou vocês que estão com um humor afinado.

Adorei a sua visita!
Beijos!